Registro

Custo da Mercadoria Vendida (CMV): como calcular?

|

Visto que alguns dos segredos para se obter sucesso nos negócios é uma organização constante, cálculos diários e possíveis mudanças de estratégias e hábitos, faz-se necessário saber o custo da mercadoria vendida (CMV) de cada produto com que trabalha.

Mas afinal, como se faz esse cálculo? Vem então que a gente te explica agora como fazê-lo e entenda, de vez, como ele pode te ajudar a melhorar como gestor.

O QUE É O CMV?

O CMV é o somatório de todas as despesas empregadas em um produto até sua venda, ou seja, a soma de todo o trabalho e recursos investidos nele desde sua chegada até sua saída.

Nesse cálculo entram os valores referentes ao armazenamento, a produção ou a compra da mercadoria para que ocorra a revenda. Com o resultado, podem ser encontrados alguns exageros ou desperdícios, possibilitando reverter um cenário negativo. 

É interessante fazer o cálculo do CMV periodicamente para identificar quais os produtos mais rentáveis e quais geram mais despesas. Dessa forma, facilita a avaliação, por exemplo, de se investimento na armazenagem de um produto se paga no futuro ou se pode gerar prejuízos.

CÁLCULO DO CMV

Para calcular o CMV de modo eficiente e correto, é necessário conhecer seu modelo de negócio, entendendo quais os valores que serão considerados para entrar no cálculo. Cada tipo de negócio leva em conta fatores próprios.

A fórmula para o cálculo torna-se mais simples ao conhecer bem aquilo que ocorre dentro da empresa, mas em termos gerais é a seguinte:

CMV = EI + C – EF

Considerando o valor das siglas:

EI = Estoque InicialC = Compras EF =  Estoque Final

Logo, o Custo de Mercadoria Vendida é seu Estoque Inicial (os produtos que a empresa tem ao final do período anterior) somado às compras realizadas no período atual e, por fim, subtrai-se o Estoque Final (os produtos que sobram na última contagem de estoque desse mesmo período).

Entretanto, é válido ressaltar que se a empresa registrou devoluções, deverá somar as devoluções de compras (DC), que são as mercadorias com que seus clientes não quiseram ficar, e subtrair as devoluções de vendas (DV), que são os itens que deixaram o estoque porque foram devolvidos ao fornecedor pela empresa. Nesse caso, a fórmula fica assim:

CMV = EI + C + DC – DV – EF.

EXEMPLO

Um pequeno empresário tem um estoque e deseja saber qual o valor de CMV durante o período de janeiro a dezembro de 2019. Então ele deve levantar os seguintes valores:

  • EI: R$ 50.000,00 (iniciou o período com esse valor de estoque).
  • C: R$ 100.000,00 (durante o período apresentado, ele adquiriu esse valor ao estoque).
  • EF: R$ 20.000,00 (ao fim do período seu estoque apresentava esse valor).

Com esses valores em mãos, basta realizar a soma seguida da subtração:

Custo de Mercadorias Vendidas = 50.000 + 100.000 – 20.000.

Nesse caso, o CMV é de R$ 130.000,00.

Obtendo esse valor, o empresário, conforme a realidade do negócio, se seus produtos estavam com custo baixo ou não até se tornarem vendas.

O QUE NÃO DEVE SER USADO NO CÁLCULO DO CMV?

Apesar de parecer que todo o custo entra no cálculo do CMV, é importante lembrar que não se deve considerar aquilo que é referente ao cotidiano do negócio, como valores administrativos, despesas com vendas, operacionais e impostos sobre o faturamento.

São exemplos de fatores que não entram para o cálculo do CMV:

  • fretes
  • juros sobre empréstimos
  • comissões de venda
  • compromissos fixos (energia, aluguel, internet etc.)

VANTAGENS DE CALCULAR O CMV

Agora que já foi explicado o que é o CMV e também o seu cálculo, é necessário compreender a importância de identificar esse valor e tê-lo em mente diariamente.

Segue, então, algumas das várias vantagens:

  • Calcular o CMV permite conhecer o valor do seu lucro bruto. Ao utilizar essa ferramenta, pode ser indicado um custo elevado em determinada mercadoria, o qual pode ser reduzido e, portanto, aumentar a lucratividade.
  • Caso haja uma mercadoria há muito tempo em estoque e queira fazer uma promoção atrativa para seus clientes, o cálculo de CMV vai informar quanto de desconto é possível oferecer nesse produto sem que haja prejuízo para a empresa.
  • Saber calcular o CMV é vantajoso para ter um controle mais assertivo sobre o lucro obtido pela empresa.
  • Entender se a empresa tem feito boas compras também pode ser analisado através desse processo. Assim é possível melhorar o planejamento de compras, buscar preços mais competitivos e adquirir uma quantidade de produtos de acordo com a demanda.
  • A organização do estoque também é impactada pelo CMV. Processos de organização, como o PEPS (Primeiro que Entra Primeiro que Sai), ajudam a ter menos problemas de estoque, evitando perdas e melhorando o lucro. Para alcançar bons valores de CMV é necessário manter um bom controle de armazenagem.

Por fim, percebe-se que realizar o cálculo do CMV é somente um dos muitos meios de manter um controle maior sobre o negócio. Afinal, um conhecimento aprofundado dos valores que circulam é o que permite tomadas de decisões mais estratégicas e que podem mudar completamente o rumo da organização. Por isso, mantenha-se atualizado e buscando sempre os melhores métodos de avaliação para sua empresa (:


Autor: Andrezza Espíndola, mestranda em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará



Leia também

 Cálculo de salário líquido Cálculo de salário líquido

08. 05. 2020, Andrezza Espíndola Realize seu cálculo de salário líquido a partir do salário bruto e dos principais descontos do seu salário... continue lendo


 Resumo sobre Consolidação das Demonstrações - NBC TG 36. Resumo sobre Consolidação das Demonstrações - NBC TG 36.

30. 04. 2020, Andrezza Espíndola, mestranda em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará Elaboramos um resumo sobre consolidação das demonstrações, vem conferir! (:... continue lendo


 Resumo sobre Estoques - CPC 16/NBC TG 16. Resumo sobre Estoques - CPC 16/NBC TG 16.

24. 04. 2020, Andrezza Espíndola, mestranda em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará Elaboramos um resumo sobre mensuração e registro de estoques, vem conferir! (:... continue lendo


Categoria: Empresarial Financeiro Contabilidade Gerencial

Artigos da categoria: Contabilidade Gerencial

Com tópico 'Custo da Mercadoria Vendida (CMV): como calcular?' relacionado também a este teste

Estoques - CPC 16/NBC TG 16, 6 perguntas Iniciar o quiz »


Comentário




Publicidade ∇


Instagram Contabilizacao facilVem seguir a gente!

Impresso da página: https://www.contabilizacaofacil.com/artigo.php?t=Custo-da-Mercadoria-Vendida-CMV-como-calcular-&idc=48

QR code