Registro

Regimes de Tributação

|

No Brasil, a apuração dos tributos pode ser feita de quatro formas a seguir: Simples Nacional, Lucro Presumido, Lucro Real e Lucro Arbitrário.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
SIMPLES NACIONAL

É um regime tributário simples e facilitado que abrange micro e pequenas empresas com receita bruta anual de até R$ 4,8 milhões. Foi criado em 2007 para descomplicar a vida de donos de pequenos negócios e em 2018 passou por sua maior mudança, que contemplou uma elevação do seu faturamento. Em uma única guia é feito o recolhimento de vários tributos federais, estaduais e municipais (DASN). A alíquota é diferenciada, e varia de acordo com o faturamento da empresa e seus anexos.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
LUCRO PRESUMIDO

É uma forma de tributação simplificada para determinação da base de cálculo do Imposto de Renda (IRPJ) e CSLL. Nesse regime de tributação, a apuração do IRPJ e CSLL tem uma base de cálculo prefixada pela legislação, com uma margem de lucro específica, que muda de acordo com a atividade da sua empresa. As margens presumidas são, basicamente, de 8% para as atividades de cunho comercial e de 32% para a prestação de serviços. Nesse regime, as arrecadações do PIS e do COFINS deverão ser cumulativas. Em outras palavras, os pagamentos de alíquota de 3,65% sobre o faturamento não geram abatimentos de crédito.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
LUCRO REAL

Nesse regime a tributação é calculada sobre o lucro líquido do período de apuração, considerando valores a adicionar ou descontar conforme as compensações permitidas pela lei. Dessa forma, antes de afirmar qual foi a lucratividade real, é preciso verificar o lucro líquido de cada ano ou período, conforme a legislação. Ou seja, para a apuração desse valor, a empresa terá que saber exatamente qual foi o seu lucro para realizar a base de cálculo do IRPJ e CSLL. Diferentemente do Lucro Presumido, o regime adotado no Lucro Real não é cumulativo para PIS e COFINS.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
LUCRO ARBITRADO

Podemos definir de forma resumida que esse modelo é utilizado quando não é possível determinar o desempenho financeiro da empresa. Para as empresas, esse regime de tributação só pode ser aplicado em situações previstas na legislação federal, sendo elas: Lei nº 8.981/1995, art. 47 e seguintes; Lei nº 9.064/1995, art. 2º, 3º e 5º; Lei nº 9.065/1995, art. 1º; Lei nº 9.249/1995, art. 2º, 3º, 16 e 24; Lei nº 9.430/1996, art. 1º, 4º, 27, 48 e 51 a 54; Lei nº 9.779/1999, art. 22; RIR/1999, art. 529 a 539. São casos específicos.

Ademais, caso haja extravio, perda ou impossibilidade de uso e livros fiscais e outros documentos contáveis para a apuração do Imposto de Renda, há uma brecha legal para que as empresas adotem o Lucro Arbitrado para cálculo do tributo.Todavia, por iniciativa da autoridade tributária, isso acontece quando a empresa deixa de cumprir as obrigações acessórias existentes para a determinação do Lucro Real ou Lucro Presumido.


Autor: Andrezza Espíndola, mestranda em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará



Leia também

 Principais naturezas jurídicas das empresas Principais naturezas jurídicas das empresas

22. 01. 2020, Andrezza Espíndola, mestranda em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará Você sabe as diferenças entre as principais naturezas jurídicas das empresas?... continue lendo


 Microempreendedor Individual (MEI) Microempreendedor Individual (MEI)

30. 01. 2020, Andrezza Espíndola, mestranda em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará Sabia que é possível distribuir lucros com o MEI? Vem saber mais sobre isso e também as principais características do MEI.... continue lendo


 Publicado 1º edital Exame de Suficiência CFC 2020 Publicado 1º edital Exame de Suficiência CFC 2020

14. 01. 2020, Andrezza Espíndola, mestranda em Administração e Controladoria pela Universidade Federal do Ceará Vem saber mais detalhes sobre a aplicação da primeira prova do Exame de Suficiência (:... continue lendo


Categoria: Tributário

Artigos da categoria: Tributário

Comentário




Publicidade ∇


Instagram Contabilizacao facilVem seguir a gente!

Impresso da página: https://www.contabilizacaofacil.com/artigo.php?t=Regimes-de-Tributacao&idc=29

QR code